Pubvet

Pesquisar por

em

E-mail

Senha

Pubvet, V. 4, N. 2, Ed. 107, Art. 719, ISSN 1982-1263, 2010

Erliquiose x Babesiose canina: relato de caso

Visualizações: 5554

Anexo: Clique aqui para visualizar o artigo

Zuliete Aliona Araujo de Souza Fonseca1; Êlika Suzianny Sousa2; Edinaidy Suianny Rocha de Moura2
 
1. Médica Veterinária, Aluna de especialização em Saúde Pública.
2. Médica Veterinária do Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura Municipal de Mossoró/ RN .
 
RESUMO
As hemoparasitoses babesiose e erliquiose canina frequentemente estão associadas. Transmitidas pelo carrapato Rhipicephalus sanguineus, parasitam células como neutrófilos e eritrócitos, causando anemia acentuada, apatia, perda de peso, anorexia, epistaxe, febre, petéquias, dentre outras manifestações clínicas. Durante atendimento veterinário domiciliar, na anamnsese, observou-se um cão com 8 anos de idade, raça fila brasileiro, com falta de apetite, há 3 dias. Em exame clínico, constatou-se que o animal apresentava-se ofegante, mucosas ocular e oral hipocoradas, apatia e infestação leve por carrapatos. Para confirmação do diagnóstico, foi realizado hemograma com pesquisa de hematozoários, que resultou em alterações nas séries vermelha e branca, plaquetas gigantes, abaixo dos valores de referência, além da visualização de Babesia canis parasitando hemácias. Para tratamento, foram utilizados o dipropionato de imidocarb, oxitetraciclina, suporte vitamínico e tratamento externo contra o parasitismo por carrapato. O prognóstico é bom, embora apresente cura aparente, o animal continua portador, podendo ocorrer recidivas da doença, sendo necessário assim, o controle constante do artrópode transmissor.
Palavras chave: Babesia canis, Ehrlichia canis, Cão.
 
Ehrlichiosis x Babesiosis dog: a case report
 
ABSTRACT
The hemoparasitic babesiosis and canine ehrlichiosis are often associated. Transmitted by Rhipicephalus sanguineus tick, parasite cells as neutrophils and red blood cells, causing severe anemia, apathy, weight loss, anorexia, epistaxis, fever, petechiae, among other clinical manifestations. During veterinary care home in anamnsese, there was a dog with 8 years of age, Brazilian race row, with lack of appetite for 3 days. On clinical examination, it was found that the animal had to breath, eye and oral mucosa pale, apathy and mild infestation by ticks. To confirm the diagnosis, was performed with blood hematozoa research that resulted in changes in red or white, giant platelets, below the reference, in addition to viewing Babesia parasite of red blood cells. For treatment, were used dipropionate imidocarb, oxytetracycline, vitamin support and treatment against external parasites by ticks. The prognosis is good, but has apparent cure, the animal remains bearer may occur recurrent disease is necessary so the constant control of arthropod transmitter.
Key Words: Babesia canis, Ehrlichia canis, dog.

Informações Bibliográficas

Conforme a NBR 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: FONSECA, Z.A.A.S, SOUSA, E.S. e MOURA, E.S.R.Erliquiose x Babesiose canina: relato de caso. PUBVET, Londrina, V. 4, N. 2, Ed. 107, Art. 719, 2010. Disponível em: http://www.pubvet.com.br/artigos_det.asp?artigo=597. Acesso em: 01/10/2014.

Votar neste artigo Visualizar impressão

Sobre o autor

ALIONA

MÉDICA VETERINÁRIA, ESPECIALISTA EM SAÚDE COLETIVA PELA FIP E MESTRANDA EM CIÊNCIAS ANIMAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI ÁRIDO (UFERSA).

Fale com o autor

Cadastre-se em nosso sistema e receba nossas edições semanais. Preencha os campos com seus dados:


Nome:

E-mail:

Profissão:

Desejo cancelar o recebimento

Pubvet

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinárias e Zootecnia.

Clickweb Agência Digital